Educação Ambiental

Como seres humanos, somos naturalmente intolerantes à mudança. Para mudarmos os nossos comportamentos, é necessário que percebamos primeiro os benefícios reais e tangíveis dessa mudança. É precisamente esse o esforço da educação ambiental.

A educação ambiental é imprescindível para que os humanos percebam, desde cedo na infância, porque razões é imperativo adotarmos as atitudes e os comportamentos mais corretos na nossa interação com o meio ambiente.

Só quando nos tornamos sensíveis em relação à temática da proteção do ambiente e interiorizamos que somos responsáveis em contribuir para a mesma é que desenvolvemos a disposição de mudar e agir.

Educação ambiental

Educação-ambiental

Esta é a definição mais amplamente aceite de educação ambiental. É um processo contínuo por meio do qual os cidadãos, como indivíduos e como comunidades, se tornam cada vez mais conscientes em relação ao seu meio ambiente.

Depois, estão aptos para adquirir e desenvolver os saberes, os valores, as competências e a motivação que permitirão que ajam na resolução dos problemas ambientais.

Qualquer um de nós consegue concluir que vivemos numa era de autêntica crise ambiental. Se queremos manter a nossa qualidade de vida e assegurar boas condições às gerações do futuro, refinar as nossas ações de caráter ambiental já não é apenas uma opção. É uma necessidade obrigatória.

Evolução da educação ambiental

Educação Ambiental-Evolução-da-educação-ambiental

Ao longo dos séculos, o conceito de educação ambiental tem evoluído de forma significativa. Nas fases iniciais, o conceito era mais passivo e de caráter exclusivamente conservacionista. Considerava-se que o objetivo da proteção do meio ambiente era apenas conservá-lo.

Hoje, entende-se que o papel dos humanos deve ser mais ativo e que eles podem agir sobre o ambiente, desde que o façam de uma maneira sustentável. A inovação nas atividades humanas e a proteção do planeta não são mutuamente exclusivos. Muito pelo contrário. Aliar ambos traz benefícios incalculáveis.

Sensibilização versus educação

Educação Ambiental-Sensibilização-versus-educação

Regularmente ouvimos e lemos os termos “sensibilização ambiental” e “educação ambiental”. E muitas das vezes em que nos deparamos com eles, verificamos que são usados como sinónimos. Embora os conceitos sejam, obviamente, complementares, não se referem exatamente ao mesmo.

A sensibilização ambiental é o processo anterior à educação ambiental. A sensibilização por si própria não conduz a mudanças sustentadas nas nossas ações para com o planeta. Isto porque só na fase da educação é que aprendemos quais os comportamentos que devemos adotar.

A sensibilização serve para tomarmos consciência de que temos de mudar, mas ainda não nos ensina como mudar. Infelizmente, muitos governos, escolas e empresas focam-se apenas na sensibilização ambiental.

Através dela, as populações podem tomar consciência dos incontáveis problemas ambientais. Mas isso não é suficiente. Frequentemente, não lhes é ensinado como agir.

Quando finalmente entendemos o que devemos fazer, passa-se da mera sensibilização para a responsabilização. Sim, a partir do momento em que possuímos o conhecimento e as ferramentas para atuar, somos responsáveis pela preservação do meio ambiente.